domingo, 3 de maio de 2009

O Enigma Fawcett


Depois de um longo período sem postar aqui no blog , venho com uma história que atraiu até os olhares do famoso Brad Pitt.

Muitas foram, entretanto, as expedições que saíram em busca de civilizações pré-cabralinas. Algumas nunca mais voltaram, outras conseguiram fazê-lo desconsolo do fracasso. Francisco de Orellana, Alvar Nuñez Cabeça de Vaca, no séc. XVI e, na atualidade, Raymond Maufrais e Marcel Homet, tentaram, sem resualtado plauível, encontrar a cidade perdida, que para alguns não seria apenas uma mas várias, situadas no Mato Grosso, em Goiás ou no Amazonas.
A idéia de uma civilização adiantadíssima na pré-história brasileira, contudo, tornou-se indissoluvelmente ligada ao inglês Percy Harrison Fawcett.
Oficial engenheiro, membro da Real Sociedade Geográfica Inglesa, Fawcett sempre se sentiu atraído pelos mistérios da américa pré-colombiana. Tendo concluído o curso de delimitação de fronteiras da Real Sociedade, com louvor, foiJustificar convidado a demarcar a linha de limites entre Brasil e Bolívia.
Assim Fawcett veio para a América do Sul. Não era apenas mais um místico sonhador. Era tudo isso e mais um homem prático, que já havia construído, sozinho, dois iates de corrida, e que registrada a patente da curva ichtoid, que aumentava a velocidade dos barcos. Por isso, foi convidado a ocupar o cargo de consultor de uma importantíssima fábrica de iates, mas ele recusou, preferindo vir para a América do Sul, em busca de saber e aventura.....
Com o tempo, tornou-se um profundo conhecedor dos sertões bolivianos, peruanos e brasileiros que na primeira oportunidade, lançou-se em apaixonada busca da cidade perdida, que ele carinhosamente apelidava de "Z". Perlustrou florestas e bibliotecas, desbravou os sertões da Bolívia e do Brasil, sempre afirmando que o verdadeiro explorador não é aquele que se limita a trafegar pelos rios, e sim aquele que realmente desafia a mata virgem interior.
Sua última expedição foi realizada em 1925, e partiu de Cuiabá. Era integrada por Fawcett, seu filho Jack e o fotógrafo Raleigh Rimel. Fawcett apresentava um otimismo incomum, muito maior do que a esperança revelada nas incursões anteriores. Seu plano era descobrir "Z", que , agora, ele estava convicto de situar-se no Xingu, e trazer da região um fragmento de pedra com inscrições, para primeira comprovação de seu achado. Na sua última carta enviada a mulher, informava, com ansiedade, que um nativo lhe fizera uma descrição da cidade perdida na floresta, na qual existiam diversos edifícios de pedra, um dos quais repositório de um espelho talhado em cristal que , refletindo a luz do sol, iluminava majestosamente o interior da construção.
Infelizmente, depois dessa missiva, rompeu-se todo o contato entre a pequena expedição e o mundo civilizado. Nunca mais se soube do paradeiro de Fawcett e de seus auxiliares. e fez-se a lenda. para alguns sonhadores, o grande explorador teria descoberto "Z" e aí permanecido para sempre, cativo de uma tribo perdida, de cultura avançadíssimae zelosa de sua privacidade. Para outros, por não ter encontrado "Z" Fawcett decidiu nunca mais voltar, para não ter que enfrentar o gosto amargo do fracasso. Alguém mais realista, porém, sentenciou : Fawcett foi trucidado por indígenas que teriam sido maltratados pelo explorador.
Foram realizadas várias buscas na região do Xingu onde o coronel desapareceu, sem maior sucesso, porém. Brian Fawcett, seu filho, conseguiu reconstituir a odisséia paterna, colocando em ordem suas anotações, numerosos apontamentos e a própria correspondência, estruturando o material num livro de imediato sucesso: A Exploração Fawcett, que eu ainda não tive a oportunidade de encontrar na internet.....
Faça-se, aqui, portanto, um preito de justiça a Fawcett: sem demérito dos grandes exploradores dos sertões Sul-americanos, sejam ou não brasileiros, a verdade é que o inglês notável deve ter seu trabalho especialmente reestudado e reavaliado.

( BLOG AREA CONFIDENCIAL AGORA COM REPORTAGENS TODA SEMANA)
Por favor não copiem o texto acima!, sejam originais...

5 comentários:

Yo Carmo disse...

Querido amigo avassalador...
Interessante a proposta do blog.
Gosto de misterios.

Filipe Goes - admin disse...

Muito interessante mesmo!
Da horaa
Abraços!

Nandy disse...

Como a "civilização" eh "avançada" se realemente existir acho que ele preferiu ficar por lah.. Adoro essas histórias de mistério!

Vou virar seguidora do teu lbog!

http://www.gratismegadownloads.blogspot.com/

O disse...

ess paíra pelo consciente e imaginação ..10

Angel disse...

Já conhecia essa história , pois tb sou fã de grandes mistérios..rs mas foi interessante ler a forma como abordou o assunto. ;)

http://infonews2012.blogspot.com